Seja onde for, quando for

Tenho a sensação que começo a esgotar o que te quero dizer. Não passam de agradecimentos e desta vez um enorme pedido de desculpas.
Eu não seria eu guardando isto para mim, eu não seria eu se não te fizesse um pedido de desculpas da melhor maneira que consigo.
Sei ainda assim que nada cobre o que te fiz, foi errado em todos os sentidos mas serviu para que eu mais uma vez crescesse, é nisso que a vida sabe atuar, no nosso crescimento pessoal.
Podia eu imaginar a minha vida sem muitas pessoas que hoje conheço, já me aconteceu, infelizmente, que aqueles que mais gostei por diversas circunstâncias deixassem de ser tão indispensáveis assim.
Contigo é diferente, sempre foi, acho que saltamos a parte de sermos meros amigos quando de repente já eramos os bff's. Foi a brincar, foi ocasional e de repente confio-te a vida.
Triste decisão minha de colocar algum dia isso em risco e na corda bamba, que aflição!
Mil obrigadas pelos anos em que já me acompanhaste e seguraste, mas um obrigada do tamanho do mundo por ainda hoje dizeres : era incapaz de te deixar.
És sem dúvida alguma o melhor do mundo, és o amigo que vou ter até ser velhinha e contar histórias do que fomos passando.
Um dia prometi-te que mesmo que estudasse do outro lado da rua, não ias sequer ter oportunidade de sentir saudades minhas, acho que na medida do possível consigo estar sempre contigo. Agora não será diferente por eventualmente estar a mais uns quilómetros.
Por mim, para sempre, nunca nada irá mudar e prometo-te que esteja eu onde estiver não vais nunca conseguir sentir saudades minhas ou do que somos.
Não podia estar mais orgulhosa de ti, por tudo, pela pessoa que és e porque na realidade és o melhor amigo que alguém podia querer e que eu tenho a honra de ter.
Vais ser sempre tu, vamos ser sempre nós em qualquer parte do mundo, em qualquer altura das nossas vidas. OBRIGADA Neca!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

cada dia bom faz um bom ano e bons anos uma boa vida

chegaram os teus 20