quem vê caras não vê corações

são tantas pessoas no mundo, tantas vidas, tantas coisas e muitas vezes apenas nos cruzamos uns segundos com alguém e não fazemos a mínima ideia de como está a vida dessa pessoa.
há tantas hipóteses para o que se esconde com as aparências, nem sempre quando uma pessoa sorri está feliz, nem sempre que está apática está mal, nem sempre que responde mais rebuscado está de mau-humor.
no final do dia, alguém que pode ter uma aura totalmente feliz ao passar por nós pode chegar a casa e estar sozinha, chorar e ter a vida a correr mal por todos os caminhos. quem sabe se não foi deixada recentemente por alguém que amava. quem sabe também se essa pessoa com um aspeto invejável tem uma vida muito confortável e vai só tomar um banho e jantar em família num bom serão.
quem sabe se aquele senhor mais idoso com uma rosa na mão com um ar muito sério e carinhoso não está ao telefone com a esposa a dizer que tem uma reunião e vai chegar mais tarde mas afinal vai passar em casa de um outro amor para entregar a rosa. só depois disso voltará para a cama com a esposa que o esperava, ou então a rosa será mesmo para a esposa que lhe está a preparar um jantar de uma dia festivo para ambos.
o que guardam as pessoas no meio da confusão, dentro de si e do seu mais ínfimo interior. o que nos esconde cada rosto pois através dele nenhuma dor ou felicidade podemos ver. o quão enganador pode ser a aparência ou o sorriso de qualquer um que hoje se cruzou connosco, numas escadas, numa loja ou num café.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Seja onde for, quando for

cada dia bom faz um bom ano e bons anos uma boa vida

chegaram os teus 20