Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2014

a ti que dormes no quarto ao lado

Imagem
nos 18 anos de vida que conto foste sempre o homem da minha vida, foste o único que esteve comigo desde o primeiro dia, que não só me viu crescer mas que cresceu comigo. és sempre aquele que me faz companhia nos lanches, almoços e casamentos em que nenhum de nós conhece mais ninguém.
como acontece em todos os casos, tivemos as nossas fases, a da infância em que nem sabemos bem o que sentíamos, ou até se eramos capazes de sentir alguma coisa pois nem nos lembramos. mas o que nos fazia rir, em plena inocência, tento era uma birra como um jogo que fazíamos juntos porque andávamos sempre lado a lado, onde um ia o outro tinha que ir.
depois veio a temível fase da adolescência em que cada um tinha que se afirmar perante toda a gente e em que as ideias eram tão opostas que dizíamos até o que nem sentimos, era como o gato e o rato. tenho a ideia que foi a nossa pior fase, em que mais discutimos e menos falávamos. quase nos odiávamos mas o que é incrível é que fazias questão de nunca deixar q…

ao virar a página há que saber vincá-la

Imagem
hoje e a estas horas da noite, quando a harmonia está em mim e me faz crer que é quando penso mais, sendo eu uma pensativa e futurista por natureza, eu preciso disto, de tempo para mim e para colocar não só as ideias mas tudo, bem no sitio para conseguir seguir e não conheço melhor maneira do que escrever. há pelo menos uma frase onde tenho que colocar ponto final e descartar umas quantas que tenho que encerrar, mas recomeçar com novas perspetivas e com o dobro da força e da vontade.
quanto ao meu adeus, não é um daqueles em que nunca mais se trocam olhares nem palavras e em que nunca mais se sabe nada, mas é um fim, o fim de alguma coisa.
nunca pensei eu vir a ser o que outrora fui e sentir-me como em dias me senti, nunca por uma sombra eu apostaria fazer o que fiz. as coisas acontecem e não lhes temos sempre o controlo ainda que a vida seja nossa, os atos sejam nossos e que tudo nos esteja nas mãos há sempre qualquer coisa que nos desvia,  nos traça um novo rumo.
sem que saibas ist…