Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

um dia perceberemos

Imagem
fico chocada cada vez que passo pelas redes sociais e leio expressões que ditam um futuro , mas não um futuro certo , usam palavras como se nada valessem , escrevem expressões como se nada sentissem ao faze-lo . como podem mencionar um 'amo-te' a uma pessoa que conhecem apenas à uma meia duzia de meses ? como dirigem a alguém um 'para sempre' quando o que mais acontece na adolescência é mudança ?
será que as pessoas que o fazem acreditam mesmo no que escrevem , ou serei eu demasiado agarrada ao sentido lógico das palavras e ao que elas transmitem para além do que lemos ? pairam imensas perguntas na minha cabeça quando me deparo com situações destas , porque comigo nada se torna fácil por isso mesmo , porque eu tenho demasiado o meu pé atrás . já fui deixada e deixei gente que julgava virem-me a acompanhar ao longo dos tempos e com isso fui aprendendo . julgo que se andam a banalizar demasiado as palavras e os sentimento que se criam . existem já pessoas que têm a próp…

carta para ti

Imagem
meu querido tu ,
está tudo bom por esses lados ? às vezes perco-te e a sensação não é de todo agradável porque fico meio sozinha , sim eu sei que também não podemos estar sempre colados , isso é evidente .
estou a escrever-te para saber de ti já que tanta falta me fazes . na verdade não devias fazer porque mesmo não sendo o tempo que importa eu acho que já estou demasiado habituada a ti . acho que é um felizmente , quer dizer que nos completamos , que formamos um só , que somos de algum modo um do outro . não há um plano que tenhamos que seguir , não há um tempo definido para que as coisas aconteçam , nada tem que estar contra nós , e sabes , o que encontrarmos que seja para remar contra nós , só temos que ser mais fortes e que provar mutuamente que estamos de mãos juntas para que dê certo , que a confiança cresça que o 'gosto de ti' ganhe todo o sentido da sua expressão e que nos sintamos orgulhosos de toda a luta que travarmos .
acho que nunca teremos as certezas que querem…